Referência em oftalmologia ambulatorial, Hospital Jorge Novis realizou Mutirão de Cirurgia de Catarata neste domingo

0
0

Visão embaçada, sensibilidade a luz e dificuldade para realizar tarefas simples do dia-a-dia, como ler ou varrer a casa, agora ficaram no passado de dona Maria de Fátima dos Santos, de 55 anos. A moradora do bairro de Capelão, em Lauro de Freitas, foi um dos 20 pacientes operados neste domingo (15), no Mutirão de Cirurgias de Catarata, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), no Hospital Municipal Dia Jorge Novis (HMJN), na Itinga.

De acordo com o diretor médico da unidade, Rogério Medrado, a maioria das pessoas já tinha passado pela primeira etapa do procedimento. “No mês passado, operamos 15 pessoas que retornaram 30 dias depois para realizar a intervenção no segundo olho”, explicou. A triagem para a realização da cirurgia ocorreu durante os projetos Prefeitura em Ação ou no Jorge Novis Itinerante onde médicos oftalmologistas, através de exames, realizam a seleção dos pacientes.

No centro cirúrgico, duas equipes compostas por oftalmologistas, anestesistas e técnicos de enfermagem operam de dois em dois pacientes. O procedimento é rápido, em média 20 minutos. “A pessoa sai mesa de cirurgia para a enfermaria, onde aguarda a alta médica dada no mesmo dia. A recuperação também é tranquila, basta apenas tomar os cuidados indicados pelos especialistas e após a retirada do curativo o operado passa a enxergar normalmente. Depois de 24h há o retorno desses pacientes para revisão”, disse a coordenadora executiva da Sesa, Elisa Daltro.

Emocionado, seu Domingos Rocha, de 65 anos, que operou no mês passado o olho esquerdo, voltou para operar o direito e conta que antes da cirurgia estava com a visão bem comprometida. “A gente perde até o ânimo para fazer as atividades, sem enxergar bem é difícil, mas agora eu vejo tudo como um menino. Estou vendo mosquito até na lua”, brincou.

A experiência é semelhante para seu Edvaldo Conceição. “Cheguei em casa e vi de forma nítida o rosto dos meus parentes, coisa que há muito tempo já não via. Essa cirurgia mudou minha vida. E hoje saio daqui com os dois olhos bons. O esquerdo já operado no outro mutirão e o direito hoje”, contou.

Saúde da visão

Referência no atendimento ambulatorial em oftalmologia no município, atualmente o HMJN oferece diagnóstico para doenças da visão como glaucoma, catarata e retinopatia. A estrutura conta com recepção, sala de espera e duas salas de atendimentos. No mutirão de catarata, iniciado no segundo semestre deste ano, ao todo 40 pessoas já realizaram o procedimento no equipamento e para janeiro de 2020 está previsto a cirurgia em mais 15 pessoas.

Elisa destaca a facilidade do acesso à cirurgia. “Nós levamos nossa equipe de profissionais para projetos da Prefeitura. No local realizamos os exames e marcamos a data de realizar a intervenção. Outra maneira de acessar o serviço é através da Atenção Básica, com a triagem clínica realizada nos postos de saúde. Ou ainda o paciente pode solicitar na regulação do município uma consulta com oftalmologista no HMJN e aqui será avaliado a saúde da visão”, frisou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here